M E N U

sexta-feira, 15 de julho de 2011

A ALEGRIA DA VIDA CONSAGRADA

No princípio Deus criou o homem à sua imagem e semelhança, e soprou em suas narinas o sopro da vida. Deus deu de si àquela criatura tornando-a sagrada. O pecado feriu e distanciou o homem de Deus, mas por meio de Jesus fomos resgatados , e Deus deu-nos mais uma vez a graça de viver a Ele uma profunda consagração.
Consagração é formar-se sagrado, e sendo assim nós pecadores para vivermos uma vida consagrada, faz-se necessário trilhar um caminho profundo de conversão, retorno violento à nossa essência que está em Deus, gerando em nós a plena realização de nós mesmo.
 A alegria é uma das riquezas da consagração, fruto do Espírito Santo.
“Alegrai-vos sempre no Senhor! Repito alegrai-vos!..” Fl 4,4
Um consagrado triste é um triste consagrado.  A consagração é a “consumação” da nossa conversão a Deus, pois quando opto por Deus não há espaço para outros deuses, e a alegria é o selo da minha consagração.
Como citei nos parágrafos acima, a alegria é um fruto do Espírito, e para dele nos deliciarmos, é preciso arar a terra, regar crescer, podar, dar flor, para então no tempo oportuno saborearmos este fruto.
Assim caro(a) irmão(ã), se desejar uma vida consagrada, respeite cada uma das etapas, dando-se por inteiro e então poderás saborear do fruto da alegria e dizer: “Sou um consagrado(a) ao meu Senhor, pois livre sou e realizado estou; vivo a alegria de pertencer a Deus.”
Deus nos abençoe e guarde!     Abraços fraternos
                                                                                                                   Fabiane– Celibatária F.J.S

Leia mais... ...

PESQUISA