M E N U

terça-feira, 13 de outubro de 2009

BÍBLIA CATÓLICA ON LINE

Sabia que voce agora pode ler a Bíblia Católica ON LINE diretinho a partir do nosso BLOG?
É isso aí!
VEJA COMO É FÁCIL!
1° - Você rola a tela até o final do BLOG.

2° - Lá você marca AT (Antigo Testamento), ou NT (Novo Testamento)

3° - Depois clica na janela e irá abrir a opção com todos os livros da Testamento que voce escolheu.

4° - Em seguida clique em "Ler Capítulo"...e... é só clamar o Espírito Santo para que tenhais uma boa e santa leitura das Sagradas Escrituras
.

Ou se preferir, voce pode ir nos LINKS CATÓLICOS também no nosso BLOG e clicar em BÍBLIA ON LINE e ir direto para o site.

Além disso, voce tem opção no link de acessar :
- VATICANO - CNBB - Arquidiocese de S. Salvador - PASCOM - Paróquia dos Santos Cosme e Damião - Catecismo da Igreja Católica ... e muito mais.


É o BLOG da Javé Shammá colocando voce cada dia mais próximo da Palavra de Deus, e da doutrina Católica.
Leia mais...

...

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Papa explica aos jovens o sentido da CRUZ

Papa explica aos jovens sentido da CRUZ: renúncia de si mesmo

Por Inma Álvarez

CIDADE DO VATICANO, domingo, 5 de abril de 2009 (ZENIT.org).- Com sua morte na cruz, Jesus mostrou a lei fundamental da existência humana: aquele que se apega a sua vida, perde-a; e quem renuncia sua vida neste mundo, a guardará para uma vida eterna. Foi o que afirmou hoje o Papa aos jovens presentes na celebração do Domingo de Ramos em Roma, para a XXIV Jornada Mundial da Juventude.

A celebração na Praça de São Pedro acolheu os jovens da diocese de Roma, assim como dois grandes grupos procedentes de Sydney (Autrália) e Madri (Espanha) para a cerimônia de entrega da Cruz e do Ícone da Jornada Mundial da Juventude, que aconteceu depois da Missa, durante ao Ângelus.

«Quem quer ficar com sua vida para si, viver só para si mesmo, abraçar tudo para si e desfrutar todas as possibilidades – precisamente este perde a vida. Esta se converte em fugaz e vazia», explicou o Papa aos jovens, durante a homilia.

«Só o abandono de si mesmo, só no dom desinteressado do eu a favor do tu, só no «sim» à vida maior, própria de Deus, também nossa vida chega a ser ampla e grande», acrescentou.

A Cruz portanto revela o mistério do amor, pois este «significa abandonar-se a si mesmo, doar-se, não querer possuir a si mesmo, mas ser livre: não prender-se a si mesmo – o que será de mim –, mas olhar adiante, para o outro – para Deus e para os homens que Ele me envia».

Esta verdade não deve ser vista como algo abstrato, explicou, mas que «na realidade concreta, não se trata simplesmente de reconhecer um princípio, senão de viver sua verdade, a verdade da cruz e da ressurreição».

«O grande "sim" do momento decisivo em nossa vida – o "sim" à verdade que o Senhor nos põe diante – deve ser depois cotidianamente reconquistado nas situações de todos os dias, nas quais, sempre de novo, devemos abandonar nosso eu, colocar-nos à disposição, quando no fundo queríamos, ao contrário, agarrar-nos a nosso eu», acrescentou.

A uma nova vida reta, afirmou o Papa, «pertence também o sacrifício, a renúncia. Quem promete uma vida sem este sempre novo dom de si, engana as pessoas. Não existe uma vida com realização sem sacrifício».

Aceitar, portanto, a cruz na própria vida, explicou Bento XVI aos jovens, supõe que «a glória de Deus, seu senhorio, sua vontade é sempre mais verdadeira que meu pensamento e minha vontade».

A oração consiste em «aprender esta ordem justa da realidade, aceitá-la intimamente; confiar em Deus e crer que Ele está fazendo o justo; que sua vontade é a verdade e o amor; que minha vida chega a ser boa se aprendo a aderir a esta ordem».

«A vida, morte e ressurreição de Jesus são para nós a garantia de que podemos verdadeiramente confiar em Deus. É desta forma que se realiza seu Reino».

Este sinal da cruz, acrescentou o Papa aos jovens, «vai de um lado a outro do mundo, de mar a mar. E nós acompanhamos. Progredimos com ela no caminho e encontramos assim nosso caminho».

«Quando tocamos a Cruz, e mais, quando a levamos, tocamos o mistério de Deus, o mistério de Jesus Cristo», acrescentou, mas «também a lei fundamental, a norma constitutiva de nossa vida, ou seja, o fato de que sem o «sim» à Cruz, sem caminhar em comunhão com Cristo dia a dia, a vida não pode ir bem».

«Quem quer reservar sua vida para si mesmo, a perde. Quem entrega sua vida – cotidianamente, nos pequenos gestos que fazem parte da grande decisão – este a encontra. Esta é a verdade exigente, mas também profundamente bela e libertadora, na qual queremos entrar passo a passo durante o caminho da Cruz através dos continentes», concluiu.

VOCAÇÃO JAVÉ SHAMMA


VOCE SENTE-SE ATRAÍDO PELO CARISMA, PELA ESPIRITUALIDADE DA FRATERNIDADE JAVÉ SHAMMÁ E QUER INICIAR UM DISCERNIMENTO VOCACIONAL ???
Entre em contato conosco pelo telefone (71) 3243-2231, ou através dos e-mails:
Meire - perpetuadacruz@hotmail.com
Márcio - ms.daguia@hotmail.com
Fabiane - fabianejaveshamma@hotmail.com

Casa Apostólica - fraternidadejaveshamma@ig.com.br

FAÇA-NOS UMA VISITA!
Leia mais...

...Leia mais...

...

sábado, 3 de outubro de 2009

O CAVALO E O PORCO

O CAVALO E O PORCO

Um fazendeiro colecionava cavalos e só faltava uma determinada raça.

Um dia ele descobriu que o seu vizinho tinha este determinado cavalo.

Assim, ele atazanou seu vizinho até conseguir comprá-lo.

Um mês depois o cavalo adoeceu, e ele chamou o veterinário, que após examinar o animal deu o seguinte diagnóstico:

- Bem, seu cavalo está com uma virose, é preciso tomar este medicamento durante 3 dias. No terceiro dia eu retornarei e, caso ele não esteja melhor, será necessário sacrificá-lo.

Neste momento, o porco escutava toda a conversa.

No dia seguinte deram o medicamento e foram embora.

O porco se aproximou do cavalo e disse:

- Força amigo! Levanta daí, senão você será sacrificado!!!

No segundo dia, deram o medicamento novamente.

O porco se aproximou do cavalo e disse:

- Vamos lá amigão, levanta senão você vai morrer! Vamos lá, eu te ajudo a levantar...

No terceiro dia deram o medicamento e o veterinário disse:

- Infelizmente, vamos ter que sacrificá-lo amanhã, pois a virose pode contaminar os outros cavalos.

Quando foram embora, o porco se aproximou do cavalo e disse:

- Cara é agora ou nunca, levanta logo! Coragem! Corre, corre mais! Upa! Upa! Upa!!! Você venceu, Campeão!!!

Então, de repente, o dono chegou, viu o cavalo correndo no campo e gritou:

- Milagre!!! O cavalo melhorou. Isso merece uma festa... VAMOS MATAR O PORCO!!!

Ponto de reflexão:

Isso acontece com freqüência na vida. Quase ninguém percebe quem tem o mérito pelo sucesso de alguma coisa realizada.

'Saber viver sem ser reconhecido é uma arte que poucos conseguem.'

'Por isso se um dia alguém lhe disser que seu trabalho não é o de um profissional, lembre-se: Amadores construíram a Arca de Noé e profissionais, o Titanic.'

'Procure ser uma pessoa de valor, em vez de ser uma pessoa de sucesso!!'

Leia mais...

...

PESQUISA